CERTAJA CLARA
apoiosicredi

Operação combate contrabando, falsificação de cigarros e trabalho escravo

Estimativa √© que a f√°brica clandestina produziria 10 milh√Ķes de ma√ßos de cigarros por m√™s, com faturamento mensal de 50 milh√Ķes de reais

Por Jorge Ramos em 19/10/2021 às 09:18:29
Crédito da foto: Polícia Federal

Crédito da foto: Polícia Federal

A Polícia Federal e a Receita Federal deflagraram, na manh√£ desta ter√ßa-feira (19/10), a Opera√ß√£o Tavares, para desarticular organiza√ß√£o criminosa dedicada ao contrabando e à produ√ß√£o clandestina de cigarros. A investiga√ß√£o apura, ainda, os crimes de redu√ß√£o à condi√ß√£o an√°loga a de escravo, contra o meio ambiente e corrup√ß√£o de menores.

Na a√ß√£o, s√£o cumpridos 40 mandados de pris√£o e 56 mandados de busca e apreens√£o nos estados do Rio Grande do Sul, Paran√° e S√£o Paulo, e executadas ordens judiciais para sequestro e arresto de 56 veículos, 13 imóveis e valores em contas vinculadas a 23 pessoas físicas e jurídicas, até o valor de 600 milh√Ķes de reais. Participam da Opera√ß√£o Tavares, 250 policiais federais e 60 servidores da Receita Federal. A deflagra√ß√£o na data de hoje conta com o apoio da Brigada Militar e é acompanhada pelo Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho e por servidores do Ministério do Trabalho e Previd√™ncia Social.

A investiga√ß√£o iniciou em 2020 para apurar a pr√°tica de contrabando de cigarros na regi√£o metropolitana de Porto Alegre. Dilig√™ncias realizadas identificaram a exist√™ncia de uma organiza√ß√£o criminosa estruturada para a produ√ß√£o clandestina de cigarros de marcas paraguaias em cidades do Rio Grande do Sul. H√° indícios de que a fabrica√ß√£o seria operada por trabalhadores supostamente cooptados no Paraguai e que seriam mantidos em condi√ß√Ķes an√°logas a de escravid√£o.

Parte dos cigarros produzidos abasteceria o mercado clandestino do Uruguai e pontos de venda no Rio Grande do Sul vinculados à fac√ß√£o criminosa do estado. A estimativa é que a f√°brica clandestina produziria cerca de 10 milh√Ķes de ma√ßos de cigarros por m√™s, com faturamento mensal de 50 milh√Ķes de reais. Conforme proje√ß√£o da Receita Federal, os impostos, se recolhidos, atingiriam 25 milh√Ķes de reais ao m√™s, somente em tributos federais (IPI, PIS e COFINS).

A opera√ß√£o foi denominada "Tavares" em alus√£o ao local onde foi identificado o primeiro depósito do grupo, no município da Cachoeirinha.

Fonte: Folha Popular



Comunicar erro
SICREDI2
CLARA TABAI CENTER

Coment√°rios

M. VALE-PEDRO-BRILHO
BARBA/BRILHO
SICREDI3