https://jornalinformativotabaiense.com
CERTAJA CLARA
apoiosicredi

Subestação Vendinha é alvo de vandalismo em Triunfo

Por Jorge Ramos em 03/10/2022 às 19:57:02
Interrupção de energia afetou cooperados de localidades de Montenegro e Triunfo. Força-tarefa se empenhou para que o processo eleitoral não fosse prejudicado - Foto divulgação: Certaja Energia

Interrupção de energia afetou cooperados de localidades de Montenegro e Triunfo. Força-tarefa se empenhou para que o processo eleitoral não fosse prejudicado - Foto divulgação: Certaja Energia

Neste domingo, 2 de outubro, uma verdadeira força-tarefa foi realizada para reverter a interrupção do abastecimento de energia causada por atos de vandalismo na Subestação Vendinha, em Triunfo. A Subestação foi invadida por três homens. Eles fizeram cortes nos vãos de concreto que cercam a unidade e, em seguida, cortaram cabos energizados. "Isso afetou diretamente 7.249 cooperados de localidades de Montenegro e Triunfo, em pleno dia de eleição", conta o gerente de Distribuição, Eleandro Luis Marques da Silva.

Para resolver o problema, a CERTAJA Energia estava em comunicação constante com técnicos do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RS), o prefeito de Triunfo, Murilo Machado, e o vice-prefeito de Montenegro, Cristiano Von Rosenthal Braatz. "Assim que fomos informados, começamos as manobras de restabelecimento de energia. A prioridade era realimentar as localidades onde havia urna eletrônica, para não haver prejuízo ao processo eleitoral, e, depois, realimentar a totalidade dos cooperados", explica Silva.

Riscos

Além de configurar crime e prejudicar o abastecimento de energia, a invasão e os atos de vandalismo oferecem riscos a quem os pratica. "Uma pessoa que corta cabos energizados corre risco de morte imediata por choque elétrico", ressalta o gerente de Distribuição da Cooperativa.

O vandalismo também coloca a Subestação em risco – e afeta diversas comunidades simultaneamente. "Dependendo da intervenção realizada em uma subestação energizada, toda a estrutura corre perigo, podendo, inclusive, haver incêndio", acrescenta.

A CERTAJA Energia está tomando as providências cabíveis junto aos órgãos policiais. "Estas ações prejudicam muito nossos cooperados. Além da falta de energia por um período prolongado, há um custo de manutenção dos equipamentos danificados", observa Ederson Madruga, vice-presidente da Cooperativa.

Fonte/Texto: Certaja Energia

PUBLICIDADE:


Comunicar erro
SICREDI2
CLARA TABAI CENTER

Comentários

M. VALE-PEDRO-BRILHO
BARBA/BRILHO
SICREDI3