https://jornalinformativotabaiense.com
CERTAJA CLARA
apoiosicredi

Chuva deve se intensificar a partir desta segunda-feira no Estado

Terça e quarta devem ter mais precipitação, com efeitos de ciclone na costa

Por Jorge Ramos em 08/08/2022 às 10:07:53
Foto divulgação: Jorge Ramos (Tabaí)

Foto divulgação: Jorge Ramos (Tabaí)

Muitas nuvens persistem sobre o Rio Grande do Sul nesta segunda-feira, dia 8, com períodos de céu nublado ou encoberto na maioria das regiões. Apesar da nebulosidade, aberturas de sol ocorrem em diferentes áreas, ao menos em parte do dia. Há chance de chuva leve ou garoa na Metade Leste, especialmente entre a Grande Porto Alegre, a Serra e o Litoral Norte.

O dia começa um pouco frio, mas as nuvens impedem um maior resfriamento na madrugada. É o que também evita que as máximas se elevem mais na maior parte da cidades gaúchas, o que levará a uma tarde fria ou amena, conforme o município.

As mínimas rondam os 9ºC em Bagé e os 8ºC em São José dos Ausentes. As máximas, por sua vez, podem chegar 17ºC em Cruz Alta e 18ºC em Santa Rosa. No Vale do Taquari, os termômetros variam entre 12ºC e 17ºC.

Áreas de baixa pressão trazem muitas nuvens e chuva no Rio Grande do Sul até quarta, mas a instabilidade aumenta a partir de terça, com centro de baixa pressão que dará origem a ciclone na costa de Santa Catarina.
Embora a maior proximidade da costa do Sul do Brasil que o ciclone Yakecan de maio, este sistema tem muitas diferenças com o de três meses atrás. Aquele, causou vento acima de 120 km/h no litoral gaúcho e destruição, uma morte em Porto Alegre e deixou centenas de milhares de gaúchos sem luz. Grande parte do RS, agora, não deve sofrer impactos preocupantes. O risco é para o Nordeste gaúcho, em especial na região de Torres, que pode ter chuva volumosa e vento de 60 km/h a 80 km/h.

MetSul / NIH Univates/Giro do Vale
Comunicar erro
SICREDI2
CLARA TABAI CENTER

Comentários

M. VALE-PEDRO-BRILHO
BARBA/BRILHO
SICREDI3