CERTAJA CLARA
apoiosicredi

Grêmio vence a Chapecoense por 3 a 1 e reacende a esperança de fugir do rebaixamento no Brasileirão

Por Jorge Ramos em 21/11/2021 às 09:50:40
O meia Lucas Silva foi um dos destaques na vitória tricolor. Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O meia Lucas Silva foi um dos destaques na vitória tricolor. Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O Grêmio segue na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Na noite deste sábado (20), a equipe porto-alegrense visitou a já rebaixada Chapecoense e venceu por 3 a 1 na Arena Condá, pela 34ª rodada, para deixar o 19º posto da tabela. Com o resultado, o time conquistou duas vitórias seguidas, somou 35 pontos e foi para a 18ª posição, ultrapassando o Sport.

A tarefa de escapar da zona da degola não é nada fácil. O Imortal está logo atrás do Bahia, que tem um ponto a mais e um jogo a menos. Os baianos enfrentam o Cuiabá em casa neste domingo (21) e podem abrir vantagem de 4 pontos. O Juventude é o primeiro time fora do Z4, com 4 pontos de distância do Grêmio, e o mesmo número de partidas jogadas.

Pelo próximo confronto, o Tricolor terá parada dura contra o Flamengo, em Porto Alegre, nesta terça (23). Há chances de a equipe carioca ir a campo com um time alternativo, pois este será seu último compromisso antes da final da Libertadores, no dia 27, contra o Palmeiras.

Além do rubro-negro, o Grêmio tem pela frente nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro o próprio Bahia, no dia 26, na Fonte Nova, em confronto direto pela manutenção na série A; o São Paulo já em dezembro, no dia 2, em casa; o Corinthians, dia 5, na capital paulista; e por último, o poderoso líder Atlético-MG, na Arena do Grêmio, dia 9, encerrando o calendário de compromissos em 2021.

O jogo

A Chape começou em cima e, logo aos 2 minutos, obrigou boa defesa de Gabriel Chapecó. Porém, após o susto, o Grêmio foi se soltando no jogo e passou a controlar a posse de bola, enquanto a Chapecoense se fechava no campo de defesa.

Por mais que tivesse a bola e tentasse ensaiar pressão, a equipe gaúcha era pouco criativa. Jhonata Robert tentou duas vezes. A primeira em cabeceio para defesa em cima da linha de João Paulo, e a segunda, de frente para o goleiro, em finalização ruim que passou por cima.

Se na bola trabalhada as jogadas não saíam, o jeito foi arriscar de fora. Foi o que Lucas Silva fez, para marcar um golaço da intermediária, aos 35. O chute foi muito forte, mas, ainda assim, não pareceu indefensável. Pouco importa. João Paulo não chegou e o Grêmio enfim abriu o placar.

No segundo tempo, o Imortal continuou em cima. Logo aos 5, a equipe descolou bela jogada pelo chão, terminada em cabeceio de Diego Souza sobre a trave. A pressão surtiu efeito. Aos 14, Thiago Santos dominou na entrada da área e foi avançando. A zaga não chegou junto e o volante só parou com a bola na rede.

A Chape ainda diminuiu aos 30, em gol contra de Cortez após cobrança de escanteio de Anderson Leite pela esquerda. Porém, a equipe não teve forças para chegar ao empate, já que, pouco depois, aos 34, Laércio jogou contra o próprio patrimônio em mais um gol contra, para fechar a conta da noite.

Ficha Técnica

Chapecoense — João Paulo; Ezequiel, Laércio, Ignácio e Busanello; Ronei (Renê Júnior), Moisés Ribeiro (Bruno Silva) e Anderson Leite; Kaio Nunes (Rodrigo Silva), Mike (Lima) e Henrique Almeida (Geuvânio). Técnico: Felipe Endres.

Grêmio — Chapecó; Rafinha (Vanderson), Geromel, Kannemann e Cortez; Thiago Santos (Villasanti), Lucas Silva e Campaz (Victor Bobsin); Diego Souza (Borja), Ferreira e Jhonata Robert (Alisson). Técnico: Vagner Mancini.

Fonte: O SUL


Comunicar erro
SICREDI2
CLARA TABAI CENTER

Comentários

M. VALE-PEDRO-BRILHO
BARBA/BRILHO
SICREDI3