CERTAJA CLARA
apoiosicredi

MP recorre contra liberdade provisória a jogador que agrediu árbitro, em Venâncio Aires

Segundo o promotor Pedro Rui da Fontoura Porto, soltura de William Ribeiro, de 30 anos, pode passar uma sensação de impunidade em razão da ampla repercussão das imagens da agressão

Por Jorge Ramos em 12/10/2021 às 08:03:31
Jogador Willian Ribeiro chuta cabeça de árbitro em jogo da segunda divisão do Campeonato Gaúcho (Foto: Reprodução / FGF)

Jogador Willian Ribeiro chuta cabeça de árbitro em jogo da segunda divisão do Campeonato Gaúcho (Foto: Reprodução / FGF)

O Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) recorreu da decisão que concedeu liberdade provisória ao jogador William Ribeiro, de 30 anos, que agrediu o árbitro Rodrigo Crivellaro em partida válida pela Série A2 do Campeonato Gaúcho. A Promotoria ainda aguarda a conclusão do inquérito policial.

A tendência é que o atleta seja indiciado e depois denunciado. Segundo o promotor Pedro Rui da Fontoura Porto, a manutenção da prisão se justifica pelo fato de que pode passar uma sensação de impunidade em razão da ampla repercussão das imagens da agressão, além de o jogador ter antecedentes criminais.

Ele tem três registros de ocorrência por lesão corporal e vias de fato, embora não tenha sido condenado. O MP entende que é necessário manter o jogador preso durante o curso do processo.

Fonte: CC/ Grupo Independente

Comunicar erro
SICREDI2
CLARA TABAI CENTER

Comentários

M. VALE-PEDRO-BRILHO
BARBA/BRILHO
SICREDI3