CERTAJA CLARA
apoiosicredi

Univates lança documentário abordando retrospectiva histórica dos povos negros e indígenas no Vale do Taquari

Comunidades quilombolas Unidos de Lajeado, e Vovô Theobaldo, de Arroio do Meio, e comunidade indígena Foxá participam da iniciativa, com fomento da Lei Aldir Blanc

Por Jorge Ramos em 18/09/2021 às 09:18:56
Imagens: Karen Luana Capoani-Foto divulgação

Imagens: Karen Luana Capoani-Foto divulgação

No início do ano, a Universidade do Vale do Taquari - Univates foi contemplada em um edital da Fundação Marcopolo e da Secretaria Estadual da Cultura (Sedac) do Rio Grande do Sul por meio da Lei Aldir Blanc para a realização de um audiovisual. Na noite da última quarta-feira, 15, o material foi lançado ao público por meio de uma projeção nas paredes externas do Centro Cultural Univates. Veja aqui o documentário na íntegra.

As comunidades quilombolas Unidos de Lajeado, e Vovô Theobaldo, de Arroio do Meio, e a comunidade indígena Foxá participam da iniciativa. O objetivo do documentário é registrar e difundir as contribuições desses grupos para a formação dos municípios e reforçar que sua história é antiga e ininterrupta na região.

O evento teve como objetivo tornar público para toda a comunidade do Vale do Taquari o resgate histórico regional de povos indígenas e negros e disponibilizar no Youtube do Teatro Univates a produção audiovisual. O curta-metragem foi gravado em Lajeado e em Arroio do Meio.

O documentário, intitulado "Retrospectiva Histórica dos Povos Negros e Indígenas do Vale do Taquari", conta com o envolvimento de três setores da Univates para sua produção: o setor de Cultura e Eventos, na administração e gestão da produção; os historiadores do Centro de Memória, Documentação e Pesquisa (CMDPU/MCN) e do Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Desenvolvimento (PPGAD), responsáveis pela pesquisa histórica e pelos mapeamentos das comunidades indígenas e quilombolas da região; e a TV Univates, responsável pela roteirização, gravação e edição do filme.

Saiba mais

O projeto surge da necessidade de ampliar o conhecimento da população regional sobre os antecedentes do Vale do Taquari e as contribuições de grupos colocados às margens da história. As comunidades negras e indígenas contribuem para a formação da região, mesmo que, por muito tempo, tenham sido invisibilizadas pelo relato histórico tradicional dos movimentos étnicos relacionados ao Vale do Taquari - que privilegia os grupos europeus chegados entre os séculos 18 e 20. Da mesma forma que os imigrantes alemães, italianos e portugueses, a trajetória das populações negras e indígenas desempenha papel significativo para o desenvolvimento regional em aspectos político, econômico, cultural e social.

Fonte:Texto: Redação Univates

Comunicar erro
SICREDI2
CLARA TABAI CENTER

Comentários

M. VALE-PEDRO-BRILHO
BARBA/BRILHO
SICREDI3