CERTAJA CLARA
apoiosicredi

Encontrados os corpos dos dois bombeiros desaparecidos no incêndio da Secretaria da Segurança

Por Jorge Ramos em 22/07/2021 às 08:27:59
Nesta quarta, 115 pessoas, entre bombeiros militares e técnicos, participaram nas buscas e no trabalho de remoção de escombros para ampliar os acessos ao prédio. Foto: Rodrigo Ziebell/Ascom GVG

Nesta quarta, 115 pessoas, entre bombeiros militares e técnicos, participaram nas buscas e no trabalho de remoção de escombros para ampliar os acessos ao prédio. Foto: Rodrigo Ziebell/Ascom GVG

Após uma semana de buscas, na noite desta quarta-feira (21) integrantes do Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS) encontraram os cadáveres dos dois colegas desaparecidos desde o incêndio no prédio da Secretaria da Segurança Pública (SSP), em Porto Alegre. As vítimas são o primeiro-tenente Deroci de Almeida Costa, 46 anos, e o segundo-sargento Lúcio Ubirajara de Freitas Munhós, 51 anos.

Os corpos estavam a menos de 5 metros um do outro, em um acumulado de escombros na parte central do edifício consumido pelas chamas na noite da quarta-feira da semana passada (14). Eles foram localizados em um intervalo de mais de quatro horas: o primeiro-tenente antes das 19h e o segundo-sargento após as 23h.

Bombeiro desde 1998, Almeida estava no local do incêndio como oficial encarregado de coordenar as equipes e viaturas de combate ao fogo. Ele deixa viúva e dois filhos. Já Munhós, vinculado à corporação desde 1990, estava de folga na sua casa em Viamão (Região Metropolitana) mas decidiu auxiliar presencialmente no trabalho de combate às chamas.

Reta final

À tarde, os chamados binômios (dupla homem e cão) haviam fornecido indicações mais precisas quanto à possível localização dos corpos, em um acumulado de escombros com aproximadamente 6 metros de altura. As equipes deram então sequência à remoção dos pavimentos desabados, até chegar ao primeiro e depois ao segundo corpo.

Desde o início dos trabalhos de combate ao incêndio, na noite de 14 de julho, o CBMRS organizou uma estrutura operacional completa para viabilizar o trabalho ininterrupto de combate ao fogo e resfriamento da área. Tão logo se constatou a ausência dos dois bombeiros, foi mobilizada toda a capacidade de busca e resgate aos desaparecidos.

No pátio da SSP, houve instalação de efetivo e equipamentos necessários ao resgate dos agentes. Ao longo desta quarta-feira, ao menos 115 pessoas, entre bombeiros militares e técnicos, atuavam nas buscas e no trabalho de remoção de estruturas, a fim de ampliar os acessos ao interior do prédio.

Manifestações

Assim que foram informados sobre a localização, o governador Eduardo Leite e o seu vice Ranolfo Vieira Júnior – que acumula o cargo de titular da SSP – concederam coletiva de imprensa no local. Uma segunda declaração foi feita nos primeiros minutos desta quinta-feira (22), depois de encontrado o segundo cadáver.

"Quero expressar às famílias o meu mais profundo pesar e também aos colegas de trabalho e amigos", declarou o chefe do Executivo estadual em uma de suas manifestações ao longo da noite. Ele e Ranolfo também não pouparam elogios ao empenho dos bombeiros, tanto no combate às chamas quanto nas buscas aos corpos das vítimas.

Durante a coletiva também foi informado que já está em análise um plano para demolir, em breve, o prédio do bairro Floresta onde ocorreu o incêndio. Trata-se do mesmo edifício da rua Voluntários da Pátria que durante anos abrigou a sucursal gaúcha da extinta Rede Ferroviária Federal Sociedade Anônima (RFFSA).

"Há uma semana estávamos aqui para dar as primeiras informações sobre o incêndio e jamais imaginaríamos um desfecho como esse, sete dias depois", lamentou Ranolfo. "Nossa solidariedade aos familiares e a toda a corporação. Seguimos com as buscas ininterruptas".

Fonte: O SUL

Comunicar erro
SICREDI2
CLARA TABAI CENTER

Comentários

M. VALE-PEDRO-BRILHO
BARBA/BRILHO
SICREDI3