Polícia Federal ajuda o governo gaúcho cedendo peritos para investigar o incêndio no prédio da Secretaria da Segurança Pública

Por Jorge Ramos em 19/07/2021 às 09:45:22
Um incêndio de grandes proporções atingiu a edificação na última quarta-feira (14). (Foto: Rodrigo Ziebell/Ascom GVG)

Um incêndio de grandes proporções atingiu a edificação na última quarta-feira (14). (Foto: Rodrigo Ziebell/Ascom GVG)

O trabalho de busca e resgate no prédio da SSP-RS (Secretaria da Segurança Pública do Rio Grande do Sul), em Porto Alegre, continuou neste domingo (18), com 84 bombeiros militares nas ações para localizar os dois colegas desaparecidos. Eles despareceram durante os esforços para conter o incêndio que atingiu a edificação na última quarta-feira (14).

Peritos da PF (Polícia Federal) estiveram no terreno na tarde de sábado (17) e registraram imagens do prédio com uso de um drone. O material, coletado pelo setor técnico-científico da PF, é utilizado em um software da instituição que permite realizar um modelo em 3D da edificação. Essa técnica viabiliza um estudo mais aprofundado da estrutura que colapsou com o incêndio.

Também foram abertos dois acessos na edificação, com duas rotas de trabalho, que atuam de forma simultânea na incursão pela área delimitada a partir das indicações dos binômios com cães de resgate.

A operação do CBM-RS (Corpo de Bombeiros Militar do RS) também mantém monitoramento constante das condições climáticas na área, para garantir a segurança do efetivo, bem como o trabalho contínuo de análise de engenharia da estrutura colapsada. "As equipes de busca e resgate seguirão aqui o dia todo se revezando. Não pararemos o serviço, mantendo o controle para evitar risco excessivo ao pessoal, mas estaremos atuando de forma incessante", afirmou o tenente-coronel Eduardo Estevam Rodrigues, comandante do 1° Batalhão de Bombeiro Militar de Porto Alegre, que coordena os trabalhos.

A ação já está empregando no local também todos os equipamentos necessários para o escoramento e remoção de concreto e outros materiais, de forma a avançar no resgate do 1º Tenente Deroci de Almeida da Costa e do 2º Sargento Lúcio Ubirajara de Freitas Munhós.

Na manhã de sábado (17), o Corpo de Bombeiros Militar reuniu-se com um grupo de engenheiros de entidades públicas e privadas. O tenente-coronel Rodrigues apresentou aos profissionais as ações de combate ao fogo e de busca e resgate desenvolvidas – atividade que permanecia 24 horas em andamento até este domingo. Os engenheiros também foram apresentados às equipes de operação e fizeram um reconhecimento da área de escombros no prédio.

Antes do início da reunião, o tenente-coronel reuniu todo o efetivo do CBM-RS presente no terreno para reforçar as orientações de trabalho e o espírito de total entrega na missão de busca. Em formação, os bombeiros militares prestaram continência e uma salva de palmas em respeito à bravura 1º Tenente Deroci de Almeida da Costa e do 2º Sargento Lúcio Ubirajara de Freitas Munhós, reforçando o compromisso de permanecer nas buscas até localizá-los.

O SUL

Comunicar erro
JORNAL TABAIENSE

Comentários

M. VALE-PEDRO-BRILHO
BARBA/BRILHO