https://jornalinformativotabaiense.com
CERTAJA 5

Maio registra queda nos homicĂ­dios e feminicĂ­dios no Rio Grande do Sul

Por REDAÇÃO em 05/06/2024 às 08:19:32
Os feminicídios reduziram no mês, com dois casos - uma redução de 60% em relação às cinco ocorrências registradas em 2023. Foto: Divulgação/PCRS

Os feminicídios reduziram no mês, com dois casos - uma redução de 60% em relação às cinco ocorrências registradas em 2023. Foto: Divulgação/PCRS

O número de homicídios dolosos caiu 29,1% no mĂȘs de maio no Rio Grande do Sul, passando de 110 casos em 2023 para 78 neste ano. No acumulado desde janeiro de 2024, a queda é de 15% nesse tipo de crime. Os feminicídios também reduziram no mĂȘs, com dois casos – uma redução de 60% em relação às cinco ocorrĂȘncias registradas em 2023. No acumulado dos cinco meses do ano, a queda é de 29%.

JĂĄ as ocorrĂȘncias de latrocínio passaram de uma em maio de 2023 para quatro neste ano. No acumulado, a queda foi de 13,6% – 22 casos em 2023 para 19 desde janeiro deste ano.

Crimes contra o patrimônio

Os roubos de veículos em maio tiveram queda de 55% em comparação com o mesmo mĂȘs do ano anterior, passando de 314 em maio de 2023 para 139 em maio deste ano. No acumulado desde janeiro, a redução é de 37%. Os roubos a pedestre no mĂȘs de maio reduziram 74% em todo o Estado, passando de 2.659 casos em 2023 para 687 em 2024. Desde janeiro, esse tipo de crime caiu 45% no RS.

As ocorrĂȘncias bancĂĄrias em maio tiveram retração de 75%, passando de quatro casos em 2023 para um em 2024. No acumulado deste ano, as ocorrĂȘncias relacionadas a instituições financeiras encerraram com queda de 33%, passando de 15 casos no ano passado para dez em 2024.
Nos estabelecimentos comerciais as reduções acompanham o observado em outros indicadores patrimoniais. No mĂȘs de maio, este tipo de crime teve queda de 31,4%, passando de 471 ocorrĂȘncias para 323. Desde janeiro a queda é de 16%.

Nos transportes coletivos foram registradas cinco ocorrĂȘncias em maio de 2024, enquanto no ano anterior os casos chegaram a 95. No acumulado desde janeiro a redução dos crimes contra usuĂĄrios e profissionais do transporte coletivo foi de 42%.

No campo, os registros de abigeato passaram de 380 em 2023 para 161 em maio deste ano, uma retração de 57%. No acumulado o crime também mantém queda, com quase 30% menos registros desde janeiro de 2024 em comparação com o mesmo período do ano anterior.

O SUL

Comunicar erro
TABAIENSE

ComentĂĄrios

CERTAJA 3