https://jornalinformativotabaiense.com
CERTAJA 5

Capitão dos Bombeiros √© preso desviando doações destinadas ao Rio Grande do Sul

O capitão, que colaborava com a Defesa Civil do Paran√° na recepção e na distribuição dos donativos, desviava os produtos para venda em com√©rcios locais

Por REDAÇÃO em 01/06/2024 às 09:15:34

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério P√ļblico do Paran√°, prendeu um capitão do Corpo de Bombeiros em uma distribuidora de bebidas no bairro Uberaba, em Curitiba. O militar foi flagrado descarregando fardos de energético que haviam sido desviados de doações destinadas às v√≠timas de enchentes no Rio Grande do Sul.

Além dos energéticos, a operação encontrou roupas, eletrônicos e instrumentos musicais que também teriam sido desviados.

Segundo o Ministério P√ļblico do Paran√°, ainda não h√° confirmação se todos esses itens seriam destinados ao Rio Grande do Sul, mas, em princ√≠pio, foram doados pela Receita Federal para ajudar a população afetada pelas enchentes.

O capitão, que colaborava com a Defesa Civil do Paran√° na recepção e na distribuição dos donativos, desviava os produtos para venda em comércios locais.

"A equipe do Gaeco flagrou o momento em que, após a sa√≠da dos recrutas do Exército, o capitão estacionou uma camionete no local que guardava donativos e a carregou com fardos de energético. Ele seguiu, então, com destino à distribuidora de bebidas, onde foi preso quando descarregava os energéticos", diz nota do Ministério P√ļblico.

As investigações também apontam para o envolvimento de um suposto tio do capitão, que foi detido.

Doações estariam sendo comercializadas na internet

As autoridades investigam dois barracões da Defesa Civil, localizados em Piraquara e na Vila Gua√≠ra, que seriam alvo do grupo criminoso. Houve sumiço de material em ambos os locais, e h√° suspeitas de que as doações estivessem sendo comercializadas pela internet.

Durante a operação, um revólver não regularizado foi apreendido. O capitão deve ser denunciado por peculato, enquanto o tio ser√° acusado de receptação. As investigações continuam para determinar a extensão do esquema e identificar outros poss√≠veis envolvidos.


Fonte: Revista Oeste

Comunicar erro
TABAIENSE

Coment√°rios

CERTAJA 3