https://jornalinformativotabaiense.com

Inter vence o Cruzeiro por 2 a 1 e se afasta da zona de rebaixamento do Brasileirão

Por REDAÇÃO em 06/11/2023 às 08:34:48
Disputada no Mineirão, a partida foi válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. (Foto: Ricardo Duarte/S.C. Internacional)

Disputada no Mineirão, a partida foi válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. (Foto: Ricardo Duarte/S.C. Internacional)

No Estádio Mineirão, o Inter venceu o Cruzeiro por 2 a 1 nesse domingo (5), em partida válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Maurício e Wanderson marcaram os gols colorados. Bruno Rodrigues descontou para a Raposa. Com o resultado, o Inter subiu para a 11ª colocação, com 42 pontos, e se afastou da zona de rebaixamento, mas ainda pode perder a posição caso o Cuiabá vença o Santos nesta segunda-feira (6).

Após os tropeços contra Coritiba e América-MG, virtualmente rebaixados para a Série B do ano que vem, o Inter enfim reencontrou o caminho das vitórias. Antes da bola rolar, dois pontos separavam colorados e cruzeirenses. Para vencer a partida, o Inter contou com a sorte e com a eficiência do ataque. Os mineiros carimbaram as traves de Rochet em três oportunidades, a última delas, nos instantes finais do duelo.

Na próxima rodada, o Inter reencontra o Fluminense nesta quarta-feira (8), às 19h no Estádio Beira-Rio. O último confronto entre as equipes foi na semifinal da Copa Libertadores da América: os cariocas saíram vencedores em Porto Alegre e avançaram para a grande final, conquistada no último sábado (4), contra o Boca Juniors no Maracanã.

O jogo

Logo aos três minutos, Bruno Rodrigues recebeu na área e chutou, mas a bola pegou na rede pelo lado de fora. Aos poucos o Inter foi encaixando a marcação e equilibrando as ações ofensivas. Aos 13, Valencia tocou para Bustos dentro da área, que não conseguiu o domínio. A bola se ofereceu para Maurício que dominou e chutou para abrir o marcador para o Internacional. A chamada "Lei do Ex" fazia mais uma vítima em Minas Gerais. O meia foi revelado na Toca da Raposa e se transferiu para o Colorado em 2020, quando o time mineiro disputava a Série B do Campeonato Brasileiro. Ele não comemorou em respeito ao clube formador.

O gol fez o Cruzeiro sair mais para o jogo e ter mais controle da posse de bola, com o Inter explorando o contra-ataque. Aos 30 minutos, Matheus Pereira quase empatou ao cobrar falta na trave. No final da primeira etapa, após um erro defensivo cruzeirense, o capitão Alan Patrick chutou de canhota para fora desperdiçando a oportunidade de ampliar o marcador.

No começo da segunda etapa, o Inter foi letal. Wanderson não perdoou e logo aos 8 minutos recebeu a bola de Johnny, avançou e finalizou no canto direito do goleiro Rafael. Aos 26 minutos, os mandantes novamente acertaram o travessão em cobrança de falta, dessa vez, com o lateral-esquerdo Marlon.

Aos 44 minutos, Bruno Rodrigues fez bela jogada individual, entrou na área a dribles e foi derrubado pelo zagueiro argentino Gabriel Mercado. O juiz marcou o pênalti, que foi convertido pelo camisa 9 cruzeirense incendiando o Mineirão.

O Cruzeiro se manteve no ataque e pressionou o Internacional. Logo em seguida, Mateus Vital avançou com a bola dominada e de fora da área chutou forte no travessão de Rochet. No último lance da partida, o zagueiro Leandro Castán foi derrubado na área. Os jogadores do Cruzeiro pediram pênalti, mas a arbitragem mandou o jogo seguir.

Ficha técnica

– Cruzeiro (1): Rafael Cabral; William, Neris, Luciano Castán e Marlon; Matheus Jussa (Robert), Filipe Machado (Nikão) e Lucas Silva; Matheus Pereira (Mateus Vital), Bruno Rodrigues e Arthur Gomes (Ian Lucas). Técnico: Zé Ricardo.

– Internacional (2): Rochet; Fabricio Bustos, Gabriel Mercado, Vitão e Dalbert; Johnny (Gabriel), Charles Aránguiz (Rômulo), Mauricio (Igor Gomes) e Wanderson (Pedro Henrique); Alan Patrick (Bruno Henrique) e Enner Valencia. Técnico: Eduardo Coudet.

– Arbitragem: Matheus Delgado Candançan, auxiliado por Bruno Raphael Pires (FIFA) e Daniel Paulo Ziolli. Quarto Árbitro: Daniel Oliveira Filho. VAR: Rodolpho Toski Marques (VAR-FIFA).

O SUL

Comunicar erro
TABAIENSE

Comentários